Você está aqui:   Serviços   >   Notícias do TCE
Coral Contas e Cantos
04/02/2010

Coral Contas e Cantos
coralcontas@tce.mg.gov.br


Contas & Cantos é o nome dado ao Coral do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais criado em 1996. Integrado por servidores da Casa, é regido pelo maestro Cleude William desde 1997, sempre cumprindo seu objetivo de promover a integração dos participantes e apresentar-se em eventos internos e externos do TCEMG.

Além das apresentações internas, o Contas & Cantos atuou em uma série de solenidades, eventos, e encontros culturais de entidades filantrópicas e campanhas beneficentes, destacando-se: 

  • Congresso Internacional dos Tribunais de Contas, em Ouro Preto (março/98).
  • Três encontros de corais dos Tribunais em Minas Gerais(como promotor e participante).
  • Homenagem ao Presidente do TCEMG em 1998, Conselheiro João Bosco Murta Lages, na Câmara Municipal de Belo Horizonte.
  • Posse do Conselheiro Sylo da Silva Costa, na Presidência do TCEMG (fevereiro/99).
  • Apresentação no Asilo da Sociedade São Vicente de Paula (julho/99).
  • Apresentação no Santuário do Caraça (agosto/99).
  • Participação na “X Biergarten” juntamente com o Coral “Canto da Paz” da Instituição Beneficente Martim Lutero (setembro/99).
  • Participação da “Série Minas Canta” promovida pelo Centro Cultural da UFMG (outubro/99).
  • Participação “ao vivo” do Programa “Mutirão do Amor”, promovido pela Rede Minas de Televisão (dezembro/99).
  • Participação na Agenda Cultural do Caraça, com apresentação naquele Santuário (março/2000).
  • Apresentação do espetáculo “Brasil a 4 Vozes”, no Auditório Vivaldi Moreira, do TCEMG (junho/2000).
  • Participação no “Painel Sesiminas de Música Coral”, promovido pelo Sesiminas (setembro/2000).
  • Apresentação na Reunião de Comemoração do Centenário de Nascimento do Desembargador Affonso Teixeira Lages, no plenário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais (outubro/2000).
  • Apresentação do espetáculo “Brasil a 4 Vozes”, na MOSTRARTE, promovida pelo Tribunal de Contas de Minas Gerais (novembro/2000).
  • Apresentação na Semana do Funcionário Público, na Biblioteca Pública de Belo Horizonte (outubro de 2001).

Preparo

Os ensaios do Coral Contas & Cantos acontecem no auditório “Vivaldi Moreira”, que integra o Espaço Cultural “Desembargador Affonso Teixeira Lages”, do TCEMG. Para possibilitar um trabalho mais cuidadoso e apurado, o maestro Cleude William dividiu os cantores por naipes, de maneira que as vozes masculinas são ensaiadas num dia e as femininas em outro. Uma vez por semana ocorre o ensaio geral, com todas as vozes.

Embora não seja exigido conhecimento teórico prévio dos candidatos às vagas do Coral - fundamentalmente por tratar-se de um grupo amador - os participantes são submetidos a um rápido teste de afinação e percepção musical. Nesse momento o maestro pode também classificar as vozes de acordo com os naipes de sopranos, contraltos, tenores e baixos.

O repertório do Contas & Cantos é diversificado, transitando pela música erudita, sacra, folclórica nacional e internacional e popular. O grupo já vem sendo capaz de executar arranjos bastante complexos do canto coral. Esse feito é resultado de muita dedicação dos integrantes e do aumento de convites para apresentar-se a públicos variados, principalmente após a filiação do Coral à FEMICOR – Federação Mineira de Corais.

Revisão


Para o maestro Cleude William Silva Santos, a iniciativa do TCEMG na formação do Contas & Cantos deve ser aplaudida. “O fato de pessoas que sempre se preocuparam muito com sua formação profissional - ligada, muitas vezes, às ciências exatas - e sua rotina de trabalho poderem participar de um grupo musical, dá oportunidade a cada uma delas de fazer uma redescoberta e revisão pessoais.” O maestro acrescenta que, além disso, a iniciativa vem ao encontro do interesse crescente pelo canto coral, identificado nos últimos tempos. “E Minas tem essa tradição desde o período Barroco sendo, atualmente, o Estado que possui o maior número de corais no Brasil.”


Cleude William


O maestro Cleude William nasceu em Belo Horizonte e formou-se em Regência e Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde agosto de 1997 é o regente do Coral Contas e Cantos do Tribunal de Contas de Minas Gerais.

Como cantor já participou de grandes produções, entre as quais, a ópera “Aída”, de Verdi; “Réquiem”, de Mozart, “Tiradentes”, de Macedo, Carmina Burana, de Carl Orff. Em 1997 participou do Festival Internacional de Corais na Suíça (Neuchâtel), com o Coral Assefaz.