Você está aqui:   Serviços   >   Notícias do TCE
Na Ponta do Lápis é apresentado na Defensoria Pública
07/11/2017

O programa Na Ponta do Lápis foi apresentado na DPMG  (Foto: Thiago Rios)

O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), conselheiro Cláudio Terrão, e a assessora da Presidência do TCEMG, Naila Garcia Mourthé, apresentaram na tarde de ontem, 06/11/2017, na Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG), o Projeto Na Ponta do Lápis. O projeto, lançado no dia 31 de março, foi descrito à defensora pública-geral, Christiane Procópio Malard, e aos coordenadores de cada área da Defensoria.

Antes da apresentação, o presidente Cláudio Terrão contou que elegeu o Na Ponta do Lápis como uma das prioridades da sua gestão e que considera a “educação a base para construção de uma sociedade modelo”. O presidente contou que o TCEMG pretende construir uma “infraestrutura de ação, inclusive através de instrumentos, para que em 2018 possa fazer um retrato de como era a educação no início, como ela foi se transformando, e como ficou ao final desses dois anos”.

Coube à assessora da Presidência do TCEMG e coordenadora do Na Pronta do Lápis, Naila Mourthé, detalhar o projeto. A assessora explicou que o TCEMG está qualificando os públicos envolvidos com a educação. Para isso, tem realizado diversas ações com prefeitos, secretários de educação e a comunidade escolar (diretores, professores e outros profissionais das escolas, além de associações de pais e estudantes).

Naila também destacou que, além das auditorias operacionais e de conformidade já existentes no TCEMG como, por exemplo, uma que pretende avaliar o motivo da queda sucessiva, em alguns municípios, dos índices de aprendizagem verificados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), também serão realizadas outras “ações de fiscalização”

Outro ponto destacado pela coordenadora foi o aplicativo na Ponta do Lápis, que é uma das vertentes do projeto e foi lançado oficialmente no dia 26 de setembro. Naila explicou que o objetivo do TCEMG é colocar à disposição da sociedade um instrumento para auxiliar no controle da qualidade da educação que é oferecido nas escolas públicas.

Já disponível para ser baixado gratuitamente para o sistema operacional Android, o aplicativo permite que alunos, professores, funcionários e o cidadão em geral possam responder a questionários sobre a qualidade do serviço prestado pelas escolas públicas. Há perguntas sobre banheiros, biblioteca, material didático, refeitório e diversos outros assuntos. O software estará disponível para IOS, da Apple, até o final deste ano.

Ao final da apresentação, a defensora pública-geral, Christiane Procópio Malard considerou o projeto como “ inovador para Minas Gerais por tratar um tema tão importante”. Também participaram da apresentação os defensores públicos Rômulo Luis Veloso, Diana de Lima Prata, Raquel Gomes de Sousa, Cláudio Miranda Pagano, Maria Valéria Valle, Tifanie Avellar Carvalho, Hellen Caires Teixeira, Rafael de Freitas Cunha, Alexandre Tavares Costa, Michelle Lopes Mascarenhas, Fernando Luis Camargos, além do assessor militar da DPMG, Westerson Guimarães Pinto. Eles puderam apresentar sugestões para o projeto e indicaram possíveis parcerias para a continuidade do projeto. 

A equipe do TCEMG foi recepcionada no gabinete da defensora pública-geral (Foto: Thiago Rios)


Thiago Rios Gomes / Coordenadoria de Jornalismo e Redação