Você está aqui:   Serviços   >   Notícias do TCE
Programa Na Ponta do Lápis volta a Sabará para treinar diretores de escolas
13/03/2018

Turma de diretores de Sabará que receberam o treinamento do TCEMG (Foto: Karina Camargos Coutinho)Na tarde do dia 12/3/2018, uma equipe do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) retornou a cidade histórica de Sabará (Região Metropolitana) para treinar 33 diretores de escolas do município. A assessora da Presidência, Naila Mourthé, responsável pelo programa Na Ponta do Lápis, comandou o treinamento com o auxílio das analistas de Tecnologia da Informação do TCE Giselle de Lourdes e Emanuela Aguiar. O encontro aconteceu no Polo Sabará de Apoio Presencial da Universidade Aberta do Brasil (UAB). O local também abriga a biblioteca pública da cidade.

A capacitação esclareceu as dúvidas dos diretores no gerenciamento da “área do gestor” proveniente do aplicativo Na Ponta do Lápis. O espaço tecnológico é como se fosse um painel em que os gestores recebem os relatos e apelos da sociedade. Nele, os responsáveis pelas instituições de ensino devem dar andamento e soluções para os relatos e problemas.

A diretora da Escola Municipal Professora Marita Dias, Wanderlea Aparecida Téofilo Elias (Foto: Karina Camargos Coutinho)Dos diretores presentes, 10 tiveram problemas com a senha. Outros 12 conseguiram acessar a ferramenta com êxito. Eles receberam das técnicas um manual de uso da ferramenta.A diretora da Escola Municipal Professora Marita Dias, Wanderlea Aparecida Téofilo Elias, se familiarizou bem com a ferramenta e com o Programa. ”Algumas coisas pequenas nós mesmas conseguimos resolver como troca de torneiras, sifão de pia, etc. As coisas maiores, como a quadra, o telhado da rampa e o telhado da própria escola, que dependem de licitação da prefeitura, eu deixei um prazo porque irei precisar que a equipe de obras dê uma olhada e ver o que precisa ser feito”, explicou a gestora. Wanderlea conta que colocou uma justificativa nessas solicitações informando que os ofícios já foram encaminhados aos órgãos competentes. Outro ponto que ela destacou foi a participação ativa da comunidade nos problemas da escola. “Por exemplo, se eles veem que a rede da quadra está estragada e eles precisam dela à noite, eles mesmos dão um jeito de providenciar”, contou. A escola, localizada no centro de Sabará, no bairro Adelmolândia, recebeu 10 relatos.

A assessora Naila Mourthé disse estar muito satisfeita com essa rede solidária que se formou entre os diretores, em que um poderá auxiliar o outro.


Redação e fotos: Karina Camargos Coutinho | Coordenadoria de Jornalismo e Redação