Você está aqui:   Serviços   >   Notícias do TCE
Servidores da Secretaria de Educação visitam TCEMG para conhecer aplicativo na Ponta do Lápis
11/09/2017

Os servidores da Secretaria de Educação conheceram o aplicativo do Projeto Na Ponta do Lápis (Foto: Su Bernardes)

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) recebeu, na tarde de 11/09/2017, a visita de servidores da Secretaria de Educação de Minas Gerais que vieram especialmente para conhecer o aplicativo na Ponta do Lápis, lançado em fase de testes, em 46 escolas públicas de Sabará, no dia 05 de setembro. Com o aplicativo, alunos, professores, funcionários e o cidadão em geral poderão responder a questionários sobre a qualidade do serviço prestado pelas escolas. Há perguntas sobre banheiros, biblioteca, laboratórios, material didático, quadras esportivas, refeitório, sala de informática, sala de aula e segurança.

Primeiro, a assessora da Presidência e coordenadora do Na Ponta do Lápis, Naila Mourthé, apresentou o projeto aos servidores da Secretaria de Educação. A assessora explicou que o projeto prioriza o controle das políticas públicas de Educação, com ênfase no acompanhamento da aplicação dos planos decenais pelo Estado e pelos municípios de Minas. Em seguida, a diretora de Tecnologia e Informação do TCEMG, Cristiana Siqueira, falou das funcionalidades do aplicativo para os servidores da Secretaria de Educação.

O superintendente de Informações Educacionais de Minas Gerais, Antônio Braz, destacou que a ferramenta ofertada pelo TCEMG “vai ajudar não só ao Tribunal, mas à Secretaria de Educação nas suas políticas públicas voltadas para a manutenção e desenvolvimento de novas propostas para as escolas, para os estudantes e para a comunidade de uma forma geral.” Para o superintendente, o aplicativo vai permitir que “possamos ter uma visão de gestão mais ampla e muito além do que é reportado pelos instrumentos regulares que já temos”, completou.

Outro fator que chamou a atenção dos servidores da Secretaria foi a possibilidade de toda a comunidade escolar ter acesso a uma ferramenta exclusiva para o controle da qualidade da educação. Segundo o superintendente de Tecnologias Educacionais de Minas Gerais, Robson Abreu Parreiras, o que torna o aplicativo ainda mais interessante é o fato de ser “aberto para toda a comunidade e nada melhor do que a comunidade para falar sobre a sua escola”.

A assessora da Presidência e coordenadora do Projeto, Naila Mourthé, não escondeu sua satisfação em receber os servidores da Secretaria de Educação depois do lançamento do projeto- piloto do aplicativo em Sabará. Segundo ela, é “com alegria que o Tribunal recebe os representantes da Secretaria de Educação nessa fase tão importante do projeto”. 


Thiago Rios Gomes / Coordenadoria de Jornalismo e Redação