6 - Como o Tribunal irá selecionar as contas que serão remetidas para julgamento?

A Instrução Normativa nº 14/2011 estabeleceu que a seleção das unidades jurisdicionadas a que se refere o caput deste artigo pautar-se-á:

I - nas diretrizes de controle externo estabelecidas nos termos do art. 227 da Resolução nº 12/2008;
II - nos critérios de classificação de risco da Matriz de Risco do Tribunal;
III - nos resultados dos acompanhamentos, auditorias, inspeções e demais procedimentos de fiscalização realizados durante o exercício, e de outros processos;
IV - nas informações obtidas junto aos demais órgãos de controle da gestão pública, em especial os integrantes da Rede de Controle da Gestão Pública de Minas Gerais nos termos do Acordo de Cooperação Técnica firmado em 20/11/2009.

Além da seleção por meio dos critérios acima elencados que visam sobretudo analisar o potencial de risco, o Tribunal poderá escolher outras unidades jurisdicionadas cujos responsáveis terão processos de contas anuais constituídos, por sorteio público, a ser regulamentado em ato normativo próprio.